Reportagem Sobre o Bispo

Publicado: 26/06/2009 por estevameduardo em Notícias
Tags:

E ae galera, só na tranquilidade???

Olha esse artigo ai galera, falam que eu não devo falar mal, mas esse galera quase que implora.

Olha esse artigo que o Melqui e o Dário acharam no Estadão:

Assembleia de Deus já pede voto de fiéis para 2010
AE – Agencia Estado
SÃO PAULO –

O “bispo” Manoel Ferreira, presidente vitalício da Assembleia de Deus e deputado federal (PTB-RJ), tem mandado cartas aos pastores importantes da igreja, a maior denominação evangélica do País – com cerca de 3,5 milhões de adeptos – para pedir votos ao também pastor Dilmo dos Santos para deputado estadual em São Paulo nas eleições do próximo ano. Obtida pelo jornal O Estado de S. Paulo, a correspondência tem tom ameaçador e deixa claro aos pastores presidentes de campo (responsáveis pela administração de uma média de 50 templos) que seus cargos são de confiança e eles estão obrigados a apoiar o candidato.

Esta eleição me mostrará quem são meus amigos e homens de confiança através dos mapas eleitorais. “(…) Oro a Deus que não tenha nenhuma surpresa negativa, o que evidenciaria em quebra de confiança”, diz o texto. Ferreira determina aos pastores em outro trecho que rompam qualquer acordo com outro político. Mais vale a presidência de uma igreja e a confiança de um presidente nacional vitalício que qualquer acordo político contra a nossa vontade.

A seguir, o dirigente conclama os pastores a iniciar imediatamente o que chama de “conscientização” da pré-candidatura. “Não vamos iniciar o trabalho na época da eleição”, defende. A legislação define a data de 6 de julho do ano de pleito, ou seja, daqui a pouco mais de um ano, para o início da propaganda política.

Presidente da Assembleia de Deus em Piracicaba, interior de São Paulo, Dilmo dos Santos não vê nenhuma irregularidade na propaganda antecipada. “Esta é uma decisão interna corporis da igreja. Eu tive minha pré-candidatura aprovada em um congresso da denominação em novembro do ano passado, em Bauru. Além disso, não estou fazendo campanha, sou apenas pré-candidato indicado pela instituição e não temo que a carta seja interpretada como campanha antecipada”, disse. Procurado pela reportagem durante três dias, o bispo Manoel Ferreira não retornou às ligações com pedido de entrevista. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: http://www.estadao.com.br/nacional/not_nac392869,0.htm

Abraço povo de Deus.
Fiquem na paz.
Estevam

Anúncios
comentários
  1. Duarte Henrique disse:

    Amigos,

    Uma das coisas que Jesus fez questão de deixar bem clara é que deve existir uma clara distinção entre a Igreja e o Estado: “Dai à César o que é de César, e à Deus o que é de Deus” Mc 12:17. Tem gente achando que a igreja deve ter representantes na política para evitar que certas leis sejam aprovadas. Isso é falácia. Quando o congresso resolve aprovar uma lei controversa é porque a Igreja já deixou de fazer seu papel há muito tempo! Não temos que ir para frente do Congresso Nacional para evitar que leis ruins sejam aprovadas. O papel da igreja é fazer com que as pessoas sequer desejem que esse tipo de leis sejam aprovadas. Como? Pregando o evangelho e sendo cristãos fora das quatro paredes do nosso templo. Contudo, preferimos viver lá dentro e ignorar o resto do mundo.
    Desde o início da história da Igreja, sempre que ela quis se envolver formalmente com o Estado as coisas deram errado (Constantino, Césaropapismo, Nazismo). Quando esse pessoal vai aprender que certas coisas não se comunicam?! Gente com título de pastor está cheio por aí… pastores de verdade, porém, são cada vez mais raros… Deus tenha piedade de nós…

    Abraços
    Duarte Henrique

  2. Dário disse:

    Galera,

    Se não bastasse, estão aprovando uma lei no RJ que “transformam orixás, caboclos e “entidades espirituais” em patrimônio do Estado”… Não houve nenhuma manifestação contrária da bancada evangélica:
    http://zenobiofonseca.blogspot.com/2009/06/rj-deputados-evangelicos-se-omitem-na.html
    A mesma coisa foi feita quando aprovaram o Dia Mundial do Orgulho Gay:

    http://zenobiofonseca.blogspot.com/2009/05/aprovado-dia-mundial-de-orgulho-gay-no.html

    Pra quê cristãos na política?

  3. Karol disse:

    Concordo com vc Dário…
    Ter Pastores – deputados, não trás nenhum benefício, ao contrário só trazem uma má fama do povo evangélico!!!
    Nós como corpo da igreja e também eleitores devemos escolher nossos candidatos conscientes, independente dele ser apoiado por nossas igrejas e pastores!!!
    Temos que ser responsáveis por cada pessoa que colocamos no poder!!!!

    Abraços…

  4. claudia torres disse:

    Graças a Deus estamos vivendo em um regime democratico, podemos falar sem ter medo de retaliaçao. O voto é livre e pessoal nao devendo ser mercadoria de troca por nada, mesmo que algumas pessoas tentem nos encabrestar.

  5. Thiago S. Borges disse:

    Olá galerinha,

    Esse é um assunto que merece muita atenção nos dias de hoje e quero aqui deixar minha sucinta contribuição, mas adianto que não quero gerar polêmica.

    Infelizmente, estamos vivendo em tempos difíceis, tempos em que Paulo escreveu em 2 Timóteo 3. Neste capítulo, Paulo está instruindo Timóteo sobre o tipo de pessoas que viriam a existir dentro das igrejas e como ele, Timóteo, deveria portar-se diante destas pessoas. Primeiro, Paulo descreve o caráter destas pessoas (v.1-9). Depois, Paulo faz menção sobre sua própria conduta e exemplo (v.10). Após, pede para Timóteo fazer o mesmo, que ele fazia (v.14).

    Paulo sabia que viram dias em que os homens deixariam de fazer a obra do Senhor Jesus por amor, mas a fariam por cobiça, por ganância, por inveja, por status. Paulo sabia que muitos iriam aproveitar da igreja (falo dos irmãos), para satisfação pessoal e benefício próprio.

    Infelizmente, a política entrou nas nossas igrejas com bases na defesa dos princípios religiosos diante o governo, mas que na verdade não passou de uma mentira. A mesma não passou de uma argumentação falaciosa para enganar a igreja para benefício de um grupo de pessoas quaisquer, cujas intenções são levianas.

    Não discordo da idéia de que a igreja possua representantes no governo, mas discordo em gênero, grau e número quando um grupo de pessoas utiliza-se da mesma, e do poder que possuem para manipular a igreja, lideres e liderados.

    Enfim, é uma pena que existam em nosso meio, indivíduos que estão vendendo-se, estão corrompendo-se por tão pouco, pelo esterco que o poder do mundo podem lhes oferecer. Que Deus venha ter misericórdia.

    Abraços.
    Thiago S. Borges.

  6. Cláudio Lima disse:

    Não vejo problema algum na carta do Bispo pedindo votos para uma pessoa de sua confiança, assim como quando temos um amigo desempregado, podemos muito bem pedir a alguma empresa que empregue este amigo, e se isso for crime eleitoral, acredito que será averiguado pelas autoridades. Quanto a falácia dita, tenho que descordar, pois já presenciei nosso, na Época Deputado Federal, Pastor Presidente Benedito Domingos brigando intensamente com a então deputada marta suplicy, contra o projeto de (acredito eu) sua autoria para casamento de pessoas do mesmo sexo, coisa abominável segundo a Bíblia. Se porque a igreja deixou de fazer seu papel, nós devemos aceitar aprovações de leis que ferem a Bíblia, seria no mínimo, na minha opinião, conformismo. Quanto a igreja não participar da política, também discordo, pois na Bíblia por varias vezes são citados governantes que quando eram guiados por Deus, a nação ia bem, e quando não eram a nação ia mau, temos o exemplo de José, que foi colocado por Deus no governo, e governou o Egito. Por ultimo quero dizer que a liberdade de expressão leva também, a tentarmos ter uma visão bem ampla das coisas antes de afirmarmos se alguém esta certo ou errado, senão podemos, mesmo não querendo, entrar na área da perseguição. Que a graça de Deus, a paz e a comunhão do Espirito Santo esteja entre nós, povo de Deus, amém.

    • Karol disse:

      Claúdio,
      uma coisa eu concordo com você, pode sim ter pastores no poder, como no caso de José!
      A diferença é a honestidade desses pastores que estão no poder, do que adianta eles estarem lá e só difamarem a nossa religião!!!
      Por que se fosse os nomes deles, como no caso dos outros políticos, por mim não tinha problema algum. A diferença é que ainda existe um “preconceito” com os evangélicos de serem taxados como corruptos! Aí quando esse pastores-deputados fazem algo de bom, não é citado em lugar algum… mas quando eles erram vem toda a mídia crucificando a nossa religião e a respectiva igreja!!!
      Se a intenção desses pastores (não posso julgar o que eles fazem) for realmente fazer coisas boas a toda a população não somente aos evangélicos ótimo, que continuem onde estão… mas se a intenção realmente for outra, prefiro que eles fiquem longe do poder público!!!

      Afinal, a gente pode ajudar a população sem ser deputados, senadores e etc…
      Graças a Deus a igreja tem poder pra isso!!!!

  7. Rafael disse:

    [editado]
    Infelizmente, essa notícia não me surpreende mais.
    O que me deixa triste é que não temos cartas que insistem para que os pastores invistam mais em missões, nos membros de suas igrejas, em obras sociais, etc.
    Só pensam em impérios ao invés de pensarem no Reino de Deus.

    Cada um viu…

  8. Caio Victor (irmão do Fredão^^) disse:

    Olá galera,

    Bom, apesar de tudo o que foi dito aqui e de todas as reportagens que foram espostas acerca do Manoel Ferreira, gostaria de comentar, a fim de faze-los refletir que, acima de tudo, estamos tratando com “homens”, seres humanos normais sujeitos a corrupção, raiva e diferentes emoções. A polêmica sobre Igreja vs Política acaba tendo início com nós mesmo, que acabamos entrando na onda de comentarios sensacionalistas criados pela imprensa e diferentes meios de comunicaçoes….Temos que perceber que, antes de mais nada a vida pública existe, tal como seus cargos e funções a serem ocupados por cidadãos de todo o tipo (e os nossos pastores tmb constituem essas “castas”), agora, se eles fazem jus ou nao da função que lhes foi delegada, aí sim podemos criticar e “lutar para que a Lei seja cumprida”; agora, nao se deve criticar atos e feitos de uma pessoa utilizando-se uma visao teologica para isso. Por favor, nao me entendam mal, nao estou aqui querendo justificar nem tampouco defender as atitudes de pastores que entram na politica como o bispo Manoel Ferreira, só quero que nos coloquemos em nosso devido lugar reconhecendo que ao criticar e falar (mal ou bem) destas pessoas, nao estamos falando sobre qualquer um, estamos tratando na verdade de servos de Deus que foram ungidos por Ele e que, apenas por sua graça e permissao até hoje, estao ocupando seu cargos seja na politica como tambem a cadeira de Presidente das Assembléias de Deus madureira. [a história de Saul pode ser contextualizada com a vida deste servo].

    O que não da, é continuar com essa hipocrisia que estamos transparecendo aqui com esses comentarios e reportagens de jornais. Com todo respeito “Tetê”, fico me perguntando, acho que seu pai foi vice desde que vc era pequeno nao eh (ou pelo menos assim me lembro,como eu tambem fui), e como ele age lendo esse seu artigo estando ele na posiçao em que esta, sendo subordinado a ele? ; e fomos criados la meu amigo. mas, como é que pode-se falar mal do Bispo Manoel Ferreira {sim bispo Rafael, pois tem citaçoes na bíblia} desse jeito?! Puxa vida, o homem é o pastor presidente do nosso ministerio, ungido e escolhido por Deus, e que esta trabalhando nisso a mais de décadas. O fato é que, ninguem é obrigado a seguir estatutos e doutrinas “administrativas” nenhuma. se nao gosta, do ponto de vista administrativo que Deus nos deu a liberdade de organizarmos, procure outra comunidade (sem problema algum, como temos nosso irmão batistas, presbiterianos e, etc / assim como, desde o judaísmo ja esxistiam também diferentes facçoes). Agora, temos sim, é que seguir a doutrina de nosso senhor jesus Cristo.

    Mudanças podem acontecer sim [e devem], porem eleas devem acontecer de maneira devagar e progresiva, pois, se rápida, como muitos propoem, se torna uma revoluçao, tendendo para a rebelião…………………………………

    Por isso, graças a Deus que temos a liberdade de expressão garantida por Deus e pela constituição, porem nao deve-se faltar o respeito pois, acima de tudo Manoel Ferreira está onde está porque Deus, e apenas ele, quer; e não se preocupem, no memento que Ele também quiser nosso bispo sera deposto com a mesma facilidade que “ele consegue votos”. E pode ter certeza assim como no dilema de Habacuque: Deus está observando tudo, e no momento certo iremos prestar-lhe contas. Todos nós.

    Desculpem-me qualquer coisa aí, abrasso

    • Cláudio Lima disse:

      Acredito que temos um blog de respeito e por isso quando postarmos, temos que ter no mínino respeito as pessoas, sejam elas quem for, acredito que isso seja concenso.

    • Rafael disse:

      [editado]
      Pronto! Cheguei em casa depois de mais um dia de serviço. Vim pensando no que havia escrito e decidi escrever de outra maneira. Vamos lá. Caio, primeiramente, parabéns! Você escreve muito bem! Segundo, não concordo com você em muita coisa, mas tudo bem. O que penso sobre o que você disse: um dos maiores erros das Assembléias de Deus, ou melhor, dos assembleianos, é ainda acreditar nessa questão de “não tocar no ungido de Deus”. Por causa de pensamentos retrogrados como esse (dentre vários outros motivos) é que a igreja tem vivido uma grande crise. Muitos “pastores, bispos, semideuses, etc” tem se escondido atrás desse “jargão gospel” para ludibriar o povo de Deus, realizando não a vontade de Deus, mas sim a vontade humana. Ou será que todos os pastores fazem somente a vontade de Deus? Quisera eu que isso fosse verdade. É aí que devemos mudar o nosso pensamento (o que você encarou como revolução, beirando a rebelião). Devemos sim criticar e tornar público atos impróprios como esse. Afinal, o papel de um pastor é cuidar de suas ovelhas, ensinando-as o caminho em que devem andar, e não angariar votos para que o “império aumente”. E ainda mais por meio de uma pressão barata, fazendo com que os pastores o apóiem. Caso contrário, serão vistos como pessoas sem confiança. Com certeza, o Manoel Ferreira vacilou nessa questão. Sem falar no prêmio Nobel da Paz, onde ele gastou muito dinheiro para que fosse o escolhido (ainda bem que não foi ele) ao invés de ter investido em missões, em congregações carentes; sem falar no acordo com o reverendo moon, onde o próprio filho do reverendo moon fala em vídeos no youtube que pescou um grande peixe com esse acordo (Manoel Ferreira); sem falar da maneira que ele se porta com os demais irmãos (arrogante, prepotente), etc.
      “Mas ai daquele que tocar no ungido de Deus”. Ai, ai, ai. Só ele é ungido por Deus? Eu não? Cada uma viu…

  9. Duarte Henrique disse:

    E aí Fraternidade, Tudo bem? Parece que sim.

    De início gostaria de parabenizar o Caio: meu amigo, você escreve muito bem!! Se liga em Fredão, teu irmão está mandando muito bem aqui no blog!
    Bom, no tocante à sua colocação, permita-me discordar um pouco. Assim como o Rafael, acredito que o mito do “Ungido de Deus” deve cair por terra. O único ungido de Deus verdadeiro foi Jesus Cristo, ninguém mais. Os outros, assim como nós, tinham o Espírito Santo, nada mais. Agora, sem dúvida, todos nós fomos eleitos por Deus para fazermos a vontade dele. Nós somos a vontade de Deus, nós somos as mãos de Deus. Você é tão eleito e especial diante de Deus, como o é o nosso “bispo”. Na igreja de Cristo não existe hierarquia, nas evangélicas sim… Quem sabe nossa geração não é a geração que Deus usurá para fazer sua vontade, denunciando os desmandos existentes em nosso meio? No que diz respeito a rebelião, concordo com você, mas aí te pergunto: O que Lutero fez na reforma protestante foi rebelião? Os católicos dizem que sim…

  10. Cláudio Lima disse:

    Duarte, há algumas coisas que não entendo, não entendo por exemplo, como não a hierarquia na igreja de Cristo, se no céu, no meu entendimento, alem de Deus Pai, Filho e Espirito Santo, que são supremos, existe também anjos, arcanjos e querubins, com graus de funções especificas, como não existiria hierarquia??? outra coisa, como tratar a “unção de Deus” como mito??? Sendo que esta unção presente em varias passagens bíblicas???
    Bem, concordo com todos que existem lobos travestisdos de pastores, poderia te dar vários nomes que na minha opinião são, mas discordo que este seja o caso do Bispo, talvez ele tenha algum adjetivos que não deveria, mas a desonestidade não parece ser um deles.
    Deixo isso como reflexão, ser pastor de uma já é uma coisa excepcionalmente difícil, ser líder de uma “denominação ou convenção” como é o caso do Bispo e ainda mais difícil, e ainda ser Deputado é subumano, claro que é uma opção dele, mas acredito que a maioria dos que jogam pedra, não teriam a coragem, ou se tivessem será que não fariam as mesmas coisas ou quem sabe coisas até piores.

    • Duarte Henrique disse:

      Grande Claudio, Tubo bem? Acredito que sim.

      Bom, respondendo algumas questões colocadas por você, digo o seguinte: No que diz respeito a hierarquia na igreja de Cristo, basta ler alguns textos bíblicos e você logo vai ver que ela não existe. Paulo diz que Cristo é o cabeça da igreja e todo o resto, sem exceção, é o corpo (Ef. 5:23) Pedro afirma que todos nós, todos, somos raça eleita e sacerdócio real, em contraste com o Velho Testamento, onde os Sacerdotes eram uma casta separada do resto do povo (I Pe 2:8). Eu disse que não existe hierarquia entre nós homens, o pastor e tão importante quanto o evangelista, que por sua vez não é hierarquicamente superior ao presbítero ou ao mestre, pois tuso isso é dom de Deus! Acredite, não quero ser maldoso, mas na igreja primitiva não existia hierarquia, isso surgiu quando a igreja católica se institucionalizou, colocando o bispo de roma como chefe supremo da igreja. A igreja evangélica, infelizmente, seguiu a mesma tradição. Te desafio a me mostrar na bíblia onde existe hierarquia na igreja de Cristo, ou mesmo essa metafísica que você diz existir?
      Por fim, ser pastor é um privilégio, mas se a pessoa prefere negar seu ministério eclesiástico e assumir papéis seculares… fazer o que?

  11. Cláudio Lima disse:

    Duarte, desculpe minha falta de educação em não cumprimenta-lo, minha mãe me ensinou, mas as vezes esqueço, hehehehehe foi mal, tenho um grande prazer em conversar com vc sobre estas coisa, é claro que vc tem muito conteúdo e eu talvez eu não tenha tanto, porém sobre hierarquia nosso grande “Apostolo” Paulo, coloquei em aspas pois entendo que seja um grau hierárquico, foi enviado junto com Barnabé a viagens missionarias, e entendo que a igreja daquela época tinha “lideres” que os enviaram, provavelmente lhes deram uma carta de apresentação, na qual diziam ser eles “pregadores” da verdade de Deus, é claro que todos somos um único corpo em Cristo, mas entendo que sempre tivemos “lideres, obreiros, sacerdotes, etc” que no meu entendimento são graus hierárquicos. Posso estar sendo ingênuo mas acho que Deus escolhe homens para lideres, e as vezes homens escolhe homens para lideres, entendo que Deus saiba que sem lei e sem lideres, a humanidade caminharia para algo não muito bom, muito provavelmente pior do que já é.

    • Duarte Henrique disse:

      Fica tranquilo Claudão! O prazer é meu em compartihar minhas humildes opiniões com vocês. Respeito seu ponto de vista. Eu penso que no fundo, apesar de todos termos pontos de vista diferentes em relação a alguns assuntos, no fundo, todos nós temos o principal em comum, qual seja: Jesus Cristo é o nosso único e verdadeiro salvador! Esse deve sempre ser o vínculo de nossa união. No mais, vamos correr atrás e Deus vai nos iluminando!
      Abraços meu irmão,
      Fiquemos na paz
      DH

      • Eu ouvi o meu nome ser falado em vão no Twitter?? eheheheeh “Dario, vc não aprende… não suscite a ira dos pequeninos…”

        Como disse: “Só a ira/polêmica mesmo para desinferrujar as mentes… Tente, Invente, Pense algo diferente…”

        Abração a todos.

  12. Cláudio Lima disse:

    Com certeza Duarte, somos irmão em Cristo, o sacrifício de Jesus na cruz é que nos garante a salvação, podemos não concordar em alguns pequenos aspectos, mas se formos fieis até o fim, irmos morar no mesmo Céu, com Jesus Cristo!!!

  13. Rafael disse:

    Amém!

  14. Rafael disse:

    Rapaz, pensei em ter visto outro título para essa matéria…
    Acho que me enganei…
    o.O
    hauahuahuahauhauhauahahh….

  15. Estevam disse:

    Pois é…

    Depois de muitos pedidos, muito puxão de orelha do meu pai e um conselho do Duarte, resolvi que era melhor mudar mesmo.

    Ontem a noite o Duarte me ligou e eu disse q ele podia mudar, porque afinal de contas fica feio é pra imagem da mocidade pentecostes, do Assembléia de Deus de Tagua, pro meu pai e pro pastor Benedito.

    Então para o bem de todos e felicidade geral da Congregação decidimos que é melhor pegar leve aqui!

    Mas não vou me calar… vou abrir outro blog. hehehehe

    • Rapaz…

      Vou cadastrar você no Adoração sem Limite, já que os atuais integrantes não dão bola para a ferramenta… Lá pode escrever o que quiser. Depois agente conversa.

      Abração

  16. Cláudio Lima disse:

    É bom ouvir conselhos de pessoas sensatas, continue assim…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s