Um Jesus para o Século 21

Publicado: 14/10/2009 por Dário Estevão em Notícias
Tags:, ,

Olá Personas,

Já imaginou Jesus vivendo no século 21? Como seria as suas atitudes? Por onde andaria? Com quem ele se envolveria?

Pois bem, o fotógrafo Michael Belk dedicou horas de sua renomada carreira para criar situações onde Jesus viveria na modernidade do século 21.

Leia abaixo uma matéria do jornal Gazeta do Povo sobre o projeto “Journeys with the Messiah”:

10/10/2009 | 17:57 | Marcio Antonio Campos

Jesus consolando um executivo falido. Jesus conversando com um oficial nazista. Jesus acompanhando um jogo de pôquer. Para mostrar que a mensagem cristã continua atual, um fotógrafo que fez carreira no mundo da moda escolheu, para um projeto multimídia, um carpinteiro cuja roupa mais elaborada é uma túnica folgada.

Desde o início do Cristianismo, é comum o uso de imagens para passar os ensinamentos do Evangelho. O que Michael Belk fez foi trazer Jesus para circunstâncias da modernidade. A re­­portagem da Gazeta do Povo mostrou as fotos de Journeys with the Messiah para padres e pastores, que aprovaram a ideia. “Je­­sus é verdadeiro Deus, mas também verdadeiro homem. Belk conseguiu transmitir o que deve ter sido esse homem Jesus e o que Ele pode significar para nós”, diz o padre Alexsander Lopes, assessor do Setor Juventude da Arqui­diocese de Curitiba.

Belk conta que já tinha uma carreira estabelecida quando se sentiu “provocado” por Deus. “Ele me perguntava o que eu estava fazendo com o que eu tinha conseguido”, afirma, em entrevista por e-mail à Gazeta do Povo. Daí veio a ideia de fotografar Jesus. Belk escolheu Sassi di Matera, a mesma cidade italiana onde Mel Gibson filmou A Paixão de Cristo, e encontrou um ator italiano para fazer o papel de Jesus. Tudo foi bancado por Belk e sua mulher.

Enquanto as fotos com crianças são unanimidade, outras causam espanto, caso de The second mile, em que Jesus, rifle às costas, conversa com um oficial nazista. “Jesus ensina a perdoar, ele jamais portaria uma arma”, diz o padre Alexsander. “Mas e se Ele pegou a arma do nazista, desarmando-o?”, sugere Vera Immich, pastora luterana. Seu marido, o também pastor Odair Braun, gostou das fotos. “Quando pregamos, nosso desafio é justamente trazer o texto bíblico para o dia-a-dia – é o que o fotógrafo fez”, afirma.

No entanto, o trabalho também recebeu algumas críticas. O padre Alexsander aponta um certo erotismo em algumas imagens. “Belk faz alguns ataques à religião institucional. É fácil dizer ‘Cristo sim, religião não’, mas isso leva ao relativismo. E Jesus disse que Ele era a Verdade”, afirma o padre Dana Lundburg, dos Le­­gionários de Cristo, sobre as legendas das fotos Embrace (em que Cristo aparece sorridente ao lado de clérigos de outras religiões) e Watch your step (uma releitura da parábola dos cegos guias de outros cegos). O sacerdote, no entanto, elogia a mensagem das fotos como “profunda e muito inspiradora”.

O objetivo de Belk é expor as fotos ao redor do mundo, em telões ou em locais muito frequentados, como terminais de transporte público. “O Brasil está na lista”, antecipa. Enquanto isso, o site terá de ser suficiente. “A equipe da loja virtual está trabalhando para podermos receber pedidos de outros países”, diz o fotógrafo, referindo-se ao livro e ao DVD.

Leia mais

As fotos de Journeys with the Messiah estão no site www.thejourneysproject.com – o site tem loja virtual, mas por enquanto só vende para os Estados Unidos.

Fonte: Gazeta do Povo via Gospel+

Blessing
Dário

Journeys with the Messiah
Anúncios
comentários
  1. Duarte Henrique disse:

    Muito bom Dário!

    Valeu por colocar esse link aqui. Confesso que não conhecia nada a respeito. Estou impressionado com a profundidade das fotos. Três me arrepiaram: A que ele está caminhando com um oficial nazista, a que ele está na mesa com os jogadores de poker e a da mulher samaritana. Esse, de fato, é o Jesus no qual acredito. Penso que um dos lugares que Jesus menos freqüentaria hoje em dia seria os templos religiosos! A não ser que quisesse resgatar os muitos “cegos” que estão lá dentro. Jesus era alguém do povo. Um sério contraste com nosso cristianismo tão farisaico muitas vezes. Nós evitamos as pessoas que ele não evitaria, e nos aproximamos daqueles que talvez ele reprovasse, mesmo tendo amor por elas. Permita-me uma paráfrase: “Eu não vim para aqueles que, por estarem dentro de um sistema religioso qualquer e observarem alguns protocolos, acreditam estar salvos. Eu vim para resgatar aqueles que reconhecem sua condição de pecadores e que precisam do evangelho para se ligarem a Deus novamente”.
    Mais uma vez valeu!
    Abraços!

    • Fala aí grande Du’arts,

      Quando eu vi esse artigo eu lembrei justamente de você, e tu foi o primeiro a aparecer hehehe… Já conversarmos a respeito e lembro muito bem dessa sua colocação. Realmente é uma bela ilustração que esse fotógrafo fez.

      Analisando as palavras de Jesus eu também tenho certeza que Ele agiria totalmente diferente do que fazemos hoje. Com certeza Jesus não estaria procurando por doentes, pecadores e hipócritas dentro de igrejas.

      As vezes fico triste em ver a igreja se preocupando somente com os membros da igreja, onde na verdade deveríamos estar gastando esforços para evangelizar os necessitados (fora da igreja). Os “cegos” das igrejas têm que tomar vergonha na cara e ir ao oftalmologista urgente… hehehehe Eita povinho trabalhoso!!!

      Fuis

  2. Rômulo de Barros disse:

    Boa Dário!!!

    Realmente exepcional. Ver essas fotos faz-nos viajar, viajar, viajar…

    Quanto à foto com o nazista, formei-me militar e, posso até estar errado, mas o uniforme usado pelo alemão não comporta o fuzil e nem a mochila. Isso quer dizer o seguinte: a arma e a bolsa são, efetivamente, do Mestre!

    Grande postagem!

    Abraços!

  3. Rômulo de Barros disse:

    Em tempo, eu acho que a foto quer expressar que o Jesus, como autêntico judeu, na sua infinita misericórdia, perdoa tranquilamente um nazista, seu algoz nos tempos da 2ª Guerra Mundial.

    Ele coloca a arma na bandoleira, vira-se para o “histórico inimigo” e empreende um bom papo de companheiros!!!!!!!!!!!

  4. Rômulo,

    Pode ser que o fotógrafo errou nesse figurino, mas eu acho que a mochila e a arma é do nazista. Qual seria o outro sentido que você citou?

    A intenção nesta foto é o que você falou no comentário abaixo: Perdoar os nazistas (inimigos) após o holocausto.

    Todas as fotos do álbum possui uma descrição. Tem uma frase muito interessante nesta foto:
    “Aonde uma mãe reuniria forças para perdoar aquele que matou o seu filho?” Lá na descrição ele nos leva para os ensinamentos de Jesus em Mateus 5:38-48: Amai os inimigos, dai a outra face, andai duas milhas, … etc.

    Realmente os ensinamentos de Jesus são surpreendentes…

    • Rômulo de Barros disse:

      O sentido para mim é o que coloquei no último comentário, concordando com o que vc falou, também.

      Eu diria o seguinte:

      – Se errou no figurino: Jesus pegou o fuzil e a mochila para aliviar o peso do seu novo amigo – dentro do pensamento do perdão e tals…

      – Se não: a intenção do fotógrafo seria justamente trazer um impacto à imagem. Sei lá, que Jesus como homem estaria envolvido na guerra (com arma e equipamento), mas, ao invés de combater, abre o coração e faz amizade até com a “força inimiga”.

    • Duarte Henrique disse:

      Galera,

      Segundo me consta, naquele tempo o soldado romano tinha o direito de exigir que alguém carregasse sua bagagem por uma determinada distância. Jesus, no sermão do monte, ensina que se alguém te pedir para andar com ele uma milha, você deve andar duas. Devemos lembrar que naquela época, os “inimigos” capitais dos judeus eram os romanos. Na foto, o que se quer mostrar, penso eu, é exatamente isso, só que agora o “inimigo” é o nazista, e não mais o romano. Em suma: devemos fazer o bem, mas também o “além bem”. O cristianismo é bélissimo nesse ponto, chega a ser deliciosamente romântico… e não confundam romantismo com idealismo!

      Abraços!
      Duarte Henrique, em estado de êxtase…

      • Caramba Duarte,

        Acho que você matou a charada… Pra mim é isso mesmo!

        Galera,

        Impressionante a galeria de imagens deste projeto… Existe uma loja virtual para a aquisição das imagens mas parece que não está disponível para a entrega aqui no Brasil. Pena!

        Mas tem Wallpapers e Screensavers grátis… Basta só registrar e baixar… Vou lá agora!

  5. waldson junior disse:

    Ate q iiiiinfim… alguem conseguiu enxergar o Jesus que andou, sofreu e foi pregado na cruz…por mim.
    as fotos sao belissimas… o enfoque nos dias de hj seriam esses mesmo…
    mas iai?
    o que vc vendo isso mudou em vc ou em mim?

    ah… vamos entao voltar a criticar a igreja?
    —-nao! essa ja é velha…
    a culpa e dos pastores?
    —-nao! essa ja e velha tbm!
    ah.. essa sim.. nosso grupo de evangelismo e que faz da forma errada… issso sim…
    —-nao!

    gente!
    Jesus depois que morreu e ressucitou nunca tirou ferias…
    mas pq vivemos questionando a respeito de como encontrar jesus…
    -uns o acham na igreja (é o mais comodo – mas dificilmente estaria la, a nao ser para nos confrontar com noso EGO).
    -outros na riquesa conquistada…
    -outros na saude que goza…
    – outros na familia perfeita…

    pois é !!!
    procuramos alguem que jamais vamos encontrar se nao sairmos do conforto de nossos intelctos pensamentos.

    QUER ACHAR JESUS?

    JESUS ESTA ONDE VC NAO GOSTA DE IR!!!!

    • Grande Waldson,

      Acho que todos aqueles que acessaram a galeria e puderam entender a idéia das fotos ficaram estasiados… Como eu e você…

      Realmente é uma grande idéia que esse fotógrafo teve…

      Estou baixando alguns Wallpapers Grátis aqui… Acho que agente podia mandar revelar alguns quadros desses hein? Agente podia colocar de exposição lá na igreja para despertar aquele povo…

      O que acham galera?

      Fuiss

  6. Rômulo de Barros disse:

    Dário, publique sobre o nosso futebol:

    – sábado (17/10);
    – das 11h00 às 13h00.
    – gin. Taguaparque.

    Abs.

  7. […] a repercussão do artigo “Um Jesus para o Século 21” não foi a das melhores, (poucos acessaram o site)  vou disponibilizar a galeria de fotos […]

  8. Samuca disse:

    Olá, gostei muito de seus artigos, gostaria de te convidar para partipar de uma rede de troca de conteúdo, para mais detalhes me adiciona no msn co_herdeiro@hotmail.com ou me manda um email ok. Abraços. Samuel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s