NOTA DE ESCLARECIMENTO!

Publicado: 20/04/2010 por Duarte Henrique em Avisos
Tags:

Queridos Irmãos, graça e paz da parte de Deus! 

Acerca da controvérsia surgida numa das salas da EBD do dia 18/04, que teria versado sobre algo que eu teria, supostamente, afirmado aqui no Blog, esclareço o seguinte:

Segundo me foi passado, alguém teria dito dentro de uma das salas de aula que eu afirmei aqui no blog da MP que a prática do sexo antes do casamento não seria algo errado. Pois bem, gostaria de deixar bem claro aqui que JAMAIS FIZ TAL AFIRMAÇÃO, E DESAFIO QUALQUER PESSOA A PROVAR O CONTRÁRIO. Por ser o ápice da intimidade física entre homem e mulher, algo que os liga espiritualmente um ao outro e a Deus, o sexo é algo reservado ao casamento. (O que é casamento? O Beréia atualmente está falando sobre divórcio, tem a ver, estão todos convidados). Contudo, jamais esperem que eu reprove um casal que tenha cometido esse erro como alguns gostariam que fosse feito, excluindo-os e dizendo “tá vendo, eu disse que ia acontecer”, ou então “quem mandou não vigiar!”. Farei o que for possível para ajudá-los a superar o problema. Me esforçarei ao máximo para compreendê-los e jamais julgá-los, como penso que Jesus faria.

Agora, cá entre nós, é impressionante a fixação que temos em condenar os pecados sexuais. Condenamos nossos irmãos  que “caem em adultério”, os jovens que tem relação sexual antes do casamento, os adolescentes e jovens que praticam o onanismo etc. Mas não nos preocupamos nem um pouco quando falamos mal uns dos outros! Excluímos aqueles, e toleramos os maldizentes. Esse pecado condenável que é a criação de contenda em nosso meio é sempre deixado de lado, afinal, quem nunca falou mal de alguém? Dou minha mão à palmatória. É um comportamento, no mínimo, contraditório… Afirmo-lhes que os “pecados sexuais” tiram menos pessoas da presença de Deus que as maledicências e difamações que muitas vezes perpetramos uns com os outros. Quantas pessoas saíram da igreja, e nunca mais voltaram, por terem sido difamadas ou repreendidas estupidamente?

Quem dera se todos nós tivéssemos a nobreza de um irmão, a quem prezo muito, que ontem, após se inteirar do assunto, antes de qualquer atitude precipitada, venho me procurar e verificar a procedência da informação. Após a explicação tudo ficou claro e resolvemos a questão. Mas não, muitos preferem sair por aí falando sobre o que não sabem. São pessoas que preferem não argumentar, são filhos do dogmatismo, provavelmente crucificariam Jesus de novo, tudo em nome dos “bons costumes”.

Tenho minhas convicções, quem me conhece sabe, e as defendo em qualquer lugar que for. Porém sempre estou aberto a discussões, elas sempre me fizeram crescer. Nunca achei ruim ser criticado por fazer ou dizer algo no que acredito, temos que ter firmeza naquilo que acreditamos. Contudo, receber críticas por algo que nunca disse é algo lamentável. Ainda mais sabendo que isso vem de dentro da minha comunidade eclesiástica. Irmãos, rogo-vos pela compaixão de Cristo que, se discordarem de algo que alguém tenha dito ou feito, antes de sair por aí dizendo necedades, procurem a pessoa e esclareçam a situação, é o mínimo que se pode esperar de alguém que se diz cristão.

No mais, meu amor por vocês continua crescendo, até mesmo por aqueles que por falta de cautela, e de um pouquinho de preguiça em vir falar comigo, me difamaram. Afinal, é como disse alguém, “você pode até não gostar de uma pessoa, mas jamais pode deixar de amá-la”

Beijo Santo!

DUARTE HENRIQUE

Anúncios

Os comentários estão desativados.