Tolerância Sim, Aceitação Jamais!

Publicado: 26/05/2010 por Duarte Henrique em Avisos, Devocionais, Notícias
Tags:, , ,

Saudações meus amigos,

Passo aqui apenas para registrar minha resignação contra a reportagem exibida na Revista Veja, edição nº 2164, de 12 de maio de 2010. A capa já anunciava “Ser Jovem e Gay, A Vida Sem Dramas”. Pois bem, que a mídia de um modo geral defende a causa gay não é novidade pra ninguém. De novelas a reportagens e entrevistas, tudo tem sido feito de modo a defender a causa gay. A Globo mesmo, um dia desses, exibiu um “Profissão Repórter” mostrando uma série de casais homossexuais e seus dramas. Inclusive, um desses casais, duas mulheres, queriam ter o direito de registrar os filhos em nome das duas, como mães biológicas, vez que uma tenha doado o óvulo e a outra tenha gestado a criança. Inadmissível.

Bom, se a mídia quer defender a causa homossexual, que o faça, liberdade de expressão. Agora não me venha passar uma imagem de que é normal e de que todos estão aceitando, pois isso é uma falácia. A abertura da reportagem trás a seguinte chamada “A Geração Tolerância”. Pois bem, a palavra correta é tolerância mesmo! Afinal, não acho correto o radicalismo de alguns grupos que gostam de xingar, achincalhar e até mesmo espancar homossexuais. Penso que tais atitudes sejam incompatíveis com o cristianismo e com aquilo que o próprio Jesus faria. Devemos respeitar e amar essas pessoas, pois a grande maioria precisa de ajuda, por mais que negue, afinal está em contradição com a natureza. Contudo, a palavra “tolerância” jamais deve receber a conotação de “aceitação”, como a mídia quer passar em nossos dias, e como a reportagem quis também, inserindo uma série de estatísticas obscuras e parciais. Além do mais, muitos dos entrevistados eram dos EUA, país onde a causa gay está à mil. Do jeito que a coisa anda daqui a pouco ser heterossexual será vergonhoso.

Falo por mim, e sei que também pela maioria dos jovens cristãos, o homossexualismo jamais terá aceitação no meio cristão! Não significa que jamais aceitaremos os homossexuais, ao revés, sempre serão bem vindos. Aliás, como já tenho destacado há algum tempo, a igreja precisa reaprender totalmente sua cultura no que diz respeito à sexualidade (muito reprimida ao longo dos séculos), e isso inclui o tratamento da questão homossexual. Todavia, não podemos aceitá-la como algo normal, POIS NÃO É NORMAL! É uma contradição à natureza. Não subvertamos os valores!

Mídia manipuladora aqui não! Coloquem o cérebro para funcionar e fiquem atentos meus amigos.

Abraços!

Anúncios
comentários
  1. estevameduardo disse:

    É isso mesmo mestre Duarte!!!!

    Somos seres educados e racionais, por isso mesmo nunca tratariamos com violência, quer fisicamente, quer por meio de palavras.
    Todavia, nunca aceitaremos isso como algo natural em nosso meio, Paulo já disse isso em Romanos 1: 21-32.
    21 Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
    22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
    23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
    24 Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
    25 Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
    26 Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
    27 E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
    28 E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
    29 Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
    30 Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;
    31 Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
    32 Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

    Prestem atenção ao Versículo 27, ele diz que os homens deixaram o uso natural com as mulheres e se inflamaram em sensualidade uns para com os outros, cometendo torpeza.
    Percebemos assim que não é a vontade de Deus para o homem. Deus fez homem para a mulher e a mulher para o homem, quem diz qualquer coisa em outro sentido está indo em confronto com a Bíblia.

    Mas como o Pastor André disse em um Beréia a alguns anos: “não podemos esperar que alguém com tendências homossexuais deixe a prática logo ao entrar para a igreja, tudo é um processo de libertação. Nós mesmos que estamos na igreja desde sempre ainda não nos convertemos completamente, precisamos sempre de corrigir algo.”

    Defendo, então, que amemos essas pessoas e tentemos compreende-las, nunca acusando ou tratando com despreso, mas sempre tentando ajudar e alertando sobre a necessidade de mudança.

    Nosso grande problema ainda é a discriminação. Precisamos nos converter.

  2. Paz Duarte,

    Se a “Igreja” pretende lutar com tamanha força e emprenho contra o homossexualismo, deve também lutar com força e empenho contra os DEVASSOS, os ADÚLTEROS, os IDÓLATRAS, os LADRÕES, os AVARENTOS, os BEBERRÕES, e principalmente os MALDIZENTES, pois todos estão numa mesma lista de pecados. Porque não se faz todo este alarme a estes que se ocultam com uma máscara de hipocrisia no seio da Igreja.
    “Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,
    nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. ” I Coríntios 6.9-10.

    “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.” Mateus 3.2

    Paz e graça seja contigo.

    Thiago N. Fonseca

  3. Cláudio Lima disse:

    Grande Duarte, neste tema, seu post é unanimidade, concordo com tudo, onde assino.
    Não sei se notaram, mas ultimamente nos programas de tv, a vida de prostitutas e homosexuais estam sendo exploradas de uma forma até “poetica”, tentando parecer que esta é uma vida normal, mas como vc bem disse “Todavia, não podemos aceitá-la como algo normal, POIS NÃO É NORMAL! É uma contradição à natureza. Não subvertamos os valores!”

    • Duarte Henrique disse:

      É isso ai mestre Cláudio, temos nossas desavenças, mas o que nos une é maior do que o que nos separa!

      Abração meu irmão!

  4. Duarte Henrique disse:

    Grande Thiago,

    Concordo que a igreja deve buscar o aperfeiçoamento espiritual sempre, o que implica na negação de todos esses vícios que você descreveu também. Contudo, penso que jamais devamos combater pessoas, mas sim práticas que acreditemos danosas. A única coisa que quis destacar no artigo é a manipulação da mídia no tocante a essa questão.

    Abraços!

  5. Cristiane Novais disse:

    Acredito que esse tema seja ponto pacifico enrte os cristãos.Agora a grande questão é: Como ajudar essas pessoas?Uma vez que deparamos diariamente com esses casos,inclusive dentro da igreja. Ontem um rapaz abordou minha amiga em sala de aula, assumindo sua homossexualidade. O pior , o tal é filho de pastor e sua primeira relação sexual foi com um pastor.Sinto que a igreja[Ministério,lideres,liderados(inclusive eu)] é totalmente despreparada para tratar essa questão da forma certa.Confesso que me sinto impotente.Caro autor e demais leitores,vcs têm alguma surgestão?

  6. Cristiane Novais disse:

    Digo,sugestão.

  7. patriciacarva disse:

    Muito Bom o tópico , também concordo sem tirar nem por nada!
    é um absurdo a mídia querer passar para pessoas que a relação entre duas pessoas do mesmo sexo seja NORMAL. um absurdo total!
    vai contra todos os principios do que cristianismo.só falta eles querem casar na igreja e receber a benção de um pastor!

    Levítico
    20:13
    Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles.

    Abraços
    Paz

  8. Ana Cristina disse:

    relevante o texto, não temos que engolir tudo que a mídia diz ser correto, afinal temos que ser mentes pensantes e sempre críticos, não devemos perder o foco que é Cristo Jesus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s