Arquivo de maio, 2011

Saudações amigos, espero que estejam bem!

Devo confessar que nunca fui um admirador do Pr. Silas Malafaia. Quem me conhece sabe bem disso.

Contudo, divergências teológicas à parte, o Pr. Silas está organizando para o próximo dia 1 DE JUNHO, ÀS 15h00min, EM FRENTE AO CONGRESSO NACIONAL, uma reunião em prol da família e dos bons costumes. Os valores envolvidos certamente transcendem a pessoa de qualquer líder que esteja à frente desse movimento.

O ato tem como objetivo principal a manifestação contrária a aprovação do PL 122/2006, que versa sobre a questão da criminalização da “homofobia”, dentre outros assuntos. Quiçá a manifestação aborde outras questões tais como casamento entre homossexuais, adoção de crianças pelos referidos casais etc.

Mas atenção: É essencial que compareçamos a essa manifestação como cidadãos! Não adianta, e eu nem mesmo concordo, chegarmos lá nos opondo a tais práticas como igreja, ou mesmo como cristãos! O Estado brasileiro é laico, não cabe discutir opiniões religiosas no âmbito político! Nós estaremos lá defendendo aquilo que, como cidadãos, acreditamos ser o melhor para as famílias brasileiras. “A César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”. O campo de atuação da igreja deve ser outro.

Aliás, esse é um de meus temores em relação a essa manifestação: O de que as pessoas cheguem lá como “cristãs”, e não como cidadãos. Caso isso aconteça, a manifestação se transformará num movimento teocrático, o que não é bom. Outro temor que eu tenho é o de que esse grupo (Defensores da Ideologia Gay) que se diz defensor da tolerância a da liberdade apareça por lá, pois os caras são muito intolerantes quando alguém se manifesta contrário a eles. Além do mais, de “mocinhas” eles só têm o jeito, pois na hora de bater, batem como homem.

Por fim, não nos esqueçamos que vamos protestar contra uma ideologia maligna e perversa, que quer a todo custo confundir a cabeça das pessoas, principalmente dos mais jovens. Entretanto, não devemos projetar nossa indignação aos homossexuais, pois a maioria deles acaba sendo vítima do próprio movimento da “Ideologia Gay”. Por mais que nos sintamos tentados a rejeitá-los, esse não deve ser nosso procedimento. Cristo jamais concordaria com a “Ideologia Gay”, mas em hipótese alguma rejeitaria um homossexual.

Abraços!

A Igreja e o Teatro…

Publicado: 16/05/2011 por Duarte Henrique em Devocionais, Reflexão
Tags:, , ,

Saudações amigos, que a graça de Deus seja sempre conosco.

Sempre aconselhei os indivíduos a buscarem a verdade por si mesmos, conquanto não raro tenha sugerido meios para alcançá-la. Já não estou muito certo se devo continuar a fazê-lo, pois me encontro num estágio de completa suspensão do juízo. A suspensão do juízo é um processo mental por meio do qual, por um período de tempo indefinido, suspendemos todos os nossos juízos de valor, crenças e conceitos, os reavaliando. Feito isso, nada mais é certo ou errado, belo ou feio, bom ou mal. Tudo pode ser e não ser. É mais ou menos o que Descartes descreve no Discurso do Método, quando dúvida de tudo e de todos (mesmo do próprio corpo), até que chega ao ponto de saber que de uma única coisa ele não poderia duvidar, a saber, do seu pensamento. Daí sua famosa máxima: cogito ergo sum (Penso, logo existo). Não recomendo esse processo a ninguém, a não ser que realmente se sinta uma profunda necessidade dele. As consequências desse ceticismo, quando realmente levado a cabo de modo racional, são imprevisíveis e podem tanto reafirmar algumas convicções, como, ao revés, produzir uma mudança cataclísmica na existência do indivíduo. Pode ser algo perigoso.

Sei que esse texto poderá ser tomado como fruto de um deísmo inconsequente. Mas ainda assim prefiro um deísmo inconsequente a um teísmo doente. O deísmo ao menos é sincero…

Soren Kierkegaard é um pensador impressionante. Sua filosofia é profundíssima. É considerado por muitos como o precursor mor do existencialismo. Tem origem luterana, mas isso não impediu que fosse um profundo crítico da igreja. Seu pensamento é muito vasto. Contudo, gostaria de me utilizar aqui de apenas uma de suas várias reflexões: A igreja não passa de um grande teatro, sendo que a diferença efetiva entre o teatro e a igreja resida no fato de que no teatro os atores ao menos assumem que estão atuando, ao passo que na igreja essa atuação é negada e dissimulada pela “piedade”. (mais…)

Salve, salve galerinha do MP-Vida….

Quem nunca jogou Donkey Kong??? Aquele do macaquinho que vai pegado as moedinhas e eliminando os inimigos….

Pois, é… No site do Genizah foi postado um vídeo muito interessante (entenda-se engraçado)…

Então, vamos aproveitar o espaço e vê-lo por aqui também..

http://vimeo.com/23137882

Espero que tenham gostado!!!

Reparem nos artistas que figuram a cena. Oh Jesus!!! Tende misericórdia de todos nós!!!! Inclusive destes aí também…

Joabson Carlos

Equipe MP-Vida

Os pastores Marcos Gladstone e Fábio Inácio inauguram, neste sábado, o sétimo templo da Igreja Cristã Contemporânea, em Duque de Caxias. A cerimônia será especial, pois comemora também a vitória conquistada, quinta-feira, com o reconhecimento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da união estável entre casais do mesmo sexo.

– O reconhecimento traz para nós segurança e a sensação de que nós existimos. Estamos juntos há cinco anos, temos dois filhos, mas não éramos uma família reconhecida. É muito ruim saber que o nosso amor é diferente para algumas pessoas. Se a Bíblia diz que Deus é amor, como Ele não reconheceria o amor entre duas pessoas?

A Igreja Cristã Contemporânea nasceu há cinco anos para incluir gays no ambiente cristão. Hoje a entidade tem cerca de 1.500 fiéis.

Marcos e Fábio protagonizaram, ano passado, o primeiro casamento entre pastores evangélicos homossexuais do país. Para Marcos, a próxima luta será pela união civil.

– O único direito que falta para nós agora é o casamento. Somos casados no religioso, mas vamos lutar pela união civil.

A inauguração do sétimo templo da Igreja Cristã Contemporânea será às 19h. O endereço é Rua Marechal Floriano 531, Bairro 25 de Agosto – Duque de Caxias.
FONTE:GLOBO.COM

Felizes Para Sempre…

Publicado: 01/05/2011 por Duarte Henrique em Devocionais, Reflexão
Tags:, , , ,

Olá meus caros irmãos, sinceras saudações. Espero que todos estejam bem.

Um dos assuntos mais comentados dos últimos dias foi, sem dúvida alguma, o casamento acontecido recentemente no seio da monarquia inglesa. Em meio a todo esse alvoroço ocorreu-me uma hipótese para explicar tamanha repercussão. Compartilho-a agora com vocês. É apenas uma hipótese. Não vou sequer entrar ao mérito do casamento em si. Meu único desejo é que, para além do “conto de fadas”, exista algo verdadeiro naquela união. Que o casamento daqueles jovens não termine do modo fatídico como acorreu com o casamento dos pais do príncipe. Tampouco vou me ater à questão da monarquia inglesa, que para mim é um verdadeiro fiasco, pois saber que em pleno século XXI ainda existem países que gastam quantias exorbitantes sustentando “famílias reais” e “nobrezas” me faz questionar seriamente o conceito de subdesenvolvimento, bem como a suposta hegemonia intelectual da Europa. Será que realmente somos nós, americanos, os subdesenvolvidos?

Pois bem, o que mais me chamou a atenção nos últimos dias foi observar aquilo que eu chamaria de um verdadeiro “escapismo coletivo”. As pessoas tomaram esse evento para si como uma verdadeira válvula de escape. Milhares de mulheres que já nem acreditam em casamento – ao menos da forma como ele realmente é – sonharam em ser a, agora, duquesa Kate. Milhares de homens se impressionaram com a suntuosidade cósmica que existiu em torno de todos os eventos que cercaram o casamento, e se sentiram verdadeiros “sapos” perto de suas esposas, noivas e namoradas. O mundo parou, por um momento, todos faziam parte de um grande conto de fadas, muito embora a grande maioria fosse de plebeus…

Talvez, o excesso de atenção que esse evento despertou seja fruto do desespero que se abate sobre a humanidade em razão do abandono da vida provocado pelo materialismo moderno. (mais…)