Na Contramão Da Igreja

Publicado: 31/01/2011 por Fabrício Moreira em Devocionais, Reflexão
Tags:, , ,

Olá pessoal! Quanto tempo..

Bom, antigamente eu falava que queria ir na contramão do mundo, hoje quero ir na contramão da igreja também. Quando digo igreja, me refiro ao que é ensinado, o que é visto e aprendido no meio cristão como um todo. O evagenlho foi deturpado. Prestamos atenção em coisas que pra Deus não é nada, e esquecemos o mais importante. ” e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.” Rm 13.9

_ Quando estamos num congresso, ou num culto comum mesmo, é normal vermos uma “bajulação” quando tem um pastor famoso, político ou cantor. Ao ponto de interromper a mensagem porque o político fulano de tal chegou na igreja. Sem contar os crentes que acham que pastores são seres super especiais, super ungidos, e morrem pra defendê-los. E a Bíblia? Quem a Biblia diz que devemos honrar? 1CO 12.22,23 diz “Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários. E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais, e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra.” Ué, a Bíblia nos diz então para honrarmos os mais fracos, os doentes, os irmãozinhos mais humildes. Mas fazemos o contrário.

_ Hoje as pregaçoes que escutamos estão cheias de ” Você tem que marcar sua geração”, “Você nasceu pra impactar”, “Deus vai te tirar do anonimato, e te colocar entre os príncipes”, e acaba por uma busca por poder, por unção, por um lugar de destaque, que não vejo base no Evangelho simples que Jesus ensinou. Um querendo ser mais poderoso que o outro. Não pode passar desapercebido. Sempre queremos que os outros vejam como somos crentes, como somos caridosos, como somos fiéis a Deus. E a Bíblia? Vejamos o que ela tem a dizer:  “Mas, quando tu deres esmola, NÃO SAIBA A TUA MÃO ESQUERDA O QUE FAZ A TUA DIREITA,” Mt6.3, e ” quando orares, entra no teu quarto, fecha a tua porta, ora a teu pai, que vê o que está oculto, e Ele te recompensará.” Mt 6.6, e mais “Mas entre vocês não será assim; antes, qualquer que, entre vós, quiser ser grande será vosso servo. E qualquer que, dentre vós, quiser ser o primeiro será servo de todos.” Mas uma vez Deus joga nossos achismos no chão.

_ E quando um irmão peca na igreja e todo mundo fica sabendo. Já era. Coitado. Os irmãos se afastam o máximo que podem, porque pega mau se envolver com crente de nome sujo não é mesmo!? E querem banir o rebelde, expulsar, disciplinar, afastar, punir. Não deixam cantar, evangelizar, ceiar.. Quanto mais longe o problema estiver, melhor. E Deus? O que Deus diz para fazermos? 1Ts5.14, está escrito: ” Rogamo-vos também irmãos, que admoesteis os desordeiros, consoleis os de pouco ânimo, sustenteis os fracos e sejais pacientes para com todos.” Fazemos isso? NÂOOOO. Fazemos o contrário.

_ O que é ser crente? O que nos difere do resto do mundo? Qual a marca do povo evangélico? Aposto que cada um tem sua resposta. A oração, uns diriam. Outros diriam santidade. Mas se o cidadão não fuma e não bebe, vai na igreja todo domingo, anda com uma Bíblia por aí, e com roupas de crente, pra gente tudo ótimo. Esse é crente. Num fazendo coisa errada por aí e colocando a máscara de bom cristão na igreja. Pronto. Missão cumprida. Mas de acordo com as escrituras, não é bem assim. Não são roupas, nem o jeito de falar, nem lingua estranha ou Bíblia, que nos faz diferentes, que nos faz cristãos. Palavras do próprio Jesus: “nisto, todos conhecerão que sois meus dicípulos, se vos amardes uns aos outros.” Jo 13.35. A nossa marca é o amor. O amor que deveríamos ter por cada pessoa dessa terra, por cada pecador, pelas pessoas que sofrem, pelos nossos inimigos.. Somente isto, nos difere do mundo. A simplicidade de uma vida dedicada a fazer o bem a todos, sempre que puder. Pois como li em algum lugar: A felicidade se multiplica, quando se divide.

Vagamos sem rumo, preocupados com um milhão de coisas, e esquecemos o Evangelho simples que Jesus prôpos. O Evangelho do amor, do cuidado, do trato. Queremos poder, unção, dons, dinheiro, destaque. Esquecemos de abraçar, consolar, servir.. Jesus era diferente porque cada pessoa para Ele era única, especial. Todos mereciam importância para Ele. “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juizo, a misecórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.” Mateus 23.23

Abraços

Fabrício  Moreira

Anúncios
comentários
  1. Muito bom o texto, realmente é o que nós estamos sentindo nestes tempos, o versículo que diz, “alegrei-me quando me disseram vamos a casa do senhor”, não tem usuabilidade alguma, na verdade um grande amigo meu se assustou quando eu disse que ia para igreja só para tocar… claro que eu estava falando para chocar mesmo, pois é o que nós realmente vemos nos corredores das igrejas, pessoas que estão lá porque tem que ir, porque é o meio social, e elas esperam das mesmas pessoas sempre as mesmas coisas, a igreja não pode ser vista como um espetáculo, é bem verdade que nos animamos com uma música agitada, mas esquecemos de coisas tão simples como ficar em silêncio e prestar atenção na letra da música, talvez fazer uma oração junto com aquele louvor, Deus é bom, e ele sonda os nossos corações.

    Vamos deixar o “Show da Fé” de lado e vamos passar a adorar com sinceridade somente a Deus, para que um dia sim possamos ver o grande espetáculo que será a volta de Cristo, e poder com ele exaltar o nosso Deus no céu!!!

  2. Taty Coimbra disse:

    Muito válido o desabafo do querido…
    Hj nos esquecemos dos itens básicos e buscamos os acessórios do evangelho… Estamos buscamos as demais coisas e deixando pra trás o reino em primeiro lugar.
    Quero deixar aqui meu elogio ao Pr. Eraldo…. pela palavra ministrada no culto de ontem…
    Pura essencia do evangelho, foi lindo, parabéns!!!!

  3. Paz Fabrício,

    Muito bom o texto! O povo está morrendo de fome e sede, não fome e sede de pão e água, mas da VERDADEIRA PALAVRA DE DEUS, pois nem tudo que se diz ser Deus é Deus.

    No Brasil foi feita uma campanha, a “Fome Zero”, é tempo de fazermos algo parecido, a FOME ESPIRITUAL ZERO!

    Tem muita gente enganada por ai, e quem consegue ver a verdade deveria informá-las.

    Abração!

    Em Cristo,

    Thiago N. Fonseca

    • Rômulo de Barros disse:

      Pois bem, Thiago, até concordo com a necessidade de palavra divina veraz na vida das pessoas, mas, na minha humilde opinião, dizer ao miserável sem alimento e sem esperança que o evangelho é o poder de Deus para a salvação do homem, e deixá-lo à míngua, é o mesmo que tratar asia com comprimido de farinha.

      Programas como “Fome Zero” são importantes para a humanidade. Queira DEUS nós cristãos multiplicarmos forças na eficácia de ações sociais, governamentais ou não.

      Fraterno abraço.

  4. Duarte Henrique disse:

    Grande Fabrício,

    Excelente texto para reflexão meu irmão, muito bom mesmo. Edificante e desafiador. Confesso que constantemente me policio para jamais esquecer essa essência do evangelho, ou seja, o amor. Não é fácil, pois as vezes nos apegamos aos aspectos que para Deus não são nada, como você falou. Que Deus desperte em nosso coração o desejo de amarmos sempre e cada vez com mais profundidade. Mesmo quando tivermos de agir com rigor, que o façamos de maneira amorosa. Eis aí um duro paradoxo, mas que é o desafio diário de cada cristão.
    Outro aspecto importante que você levantou, e que também precisamos da graça de Deus para praticarmos, é o amor aos mais simples e “pequenos”. Como gostamos de estar ao lado de quem nos dá “Ibope”, e nos esquecemos dos mais comuns.
    Peço a Deus graça para cada vez mais amar as pessoas ao meu redor verdadeiramente, e não apenas de palavras ou por tradição. Mas Deus conhece minhas fraquezas.

    Abração meu irmão!

  5. Rômulo de Barros disse:

    O destino das grandes verdades é não fulgurar senão como um relâmpago em meio à longa noite de trevas que cerca o gênero humano (BECCARIA).

    O texto é muito bom, a reflexão é importante, mas nesse tema a gente conversa, conversa, conversa… Pouco faz.

    Gosto do que diz o Padre Francisco Vieira em seus belos semões; após uma reflexão, prefiro sair triste e pensativo sobre minha deploração a terminar contente e satisfeito com minha situação. No entanto, meu caro amigo adiposo que nos prestigia com esse texto, todos adoramos pregações e canções que exaltam nosso potencial imensurável.

    Abraços ‘caridosos’!

  6. Thiago Borges disse:

    Um excelente texto que nos remete a refletir o nosso viver e andar como cristãos guiados pelo puro e verdadeiro evangelho de Jesus Cristo.

    Concordo com Rômulo quando diz que falamos muito e fazemos pouco. Mas vou além, digo que muitas das vezes somos hipócritas, fariseus.

    Por quê? Por que falamos da igreja, digo instituição, mas esquecemos que a verdadeira igreja somente nós, os cristãos. Nós não pregamos, nós não evangelizamos, nós não ajudamos, etc.

    O problema não está na igreja instituição, até por que Jesus não irá buscar uma instituição, mas está em nós como a igreja do Senhor, templo da habitação do Espírito Santo, que deixamos de fazer aquilo que Jesus nos instruiu a fazermos.

    Concluo, dizendo que foste infeliz quando, no último parágrafo, diz que “Queremos poder, unção, (…)”, isso por que, todo o verdadeiro cristão (se é que o falso poderia ser chamado de cristão) é ungido por Cristo, com o Espírito Santo. Em outras palavras, um verdadeiro cristão tem a unção.

    Abraços.

  7. Josué flausino disse:

    Bom texto.

    Rômulo, acho que o Thiago estava só citando exemplo e não criticando o Programa fome zero.

    Abraço aos amigos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s